Início Carros Quanto custariam os 10 veículos mais vendidos do Brasil com os impostos...

Quanto custariam os 10 veículos mais vendidos do Brasil com os impostos aplicados nos EUA e na Alemanha?

Veja quanto ficaria o valor dos veículos mais procurados em 2020 caso os impostos embutidos fossem semelhantes ao dos EUA e da Alemanha, que ficam entre 7% a 16%

Nesta segunda-feira, o presidente da Volkswagen do Brasil e América Latina, Pablo Di Si, apontou que 54% do valor de um automóvel é apenas imposto. O executivo também defendeu a redução de impostos em vez da concessão benefícios fiscais. Com isso, resolvemos simular quanto custariam os 10 veículos mais vendidos em 2020 caso embutissem em seu valor a carga tributária utilizada nos EUA, que em média é de 7%, e na Alemanha, que é aproximadamente 16%.

10ª posição – Fiat Toro

Atualmente, a picape pequena/média, a partir de R$ 106.785, na versão Endurance com motor 1.8 de 139 cv e câmbio manual e vai até R$ 182.559 na configuração Ultra com motor 2.0 de 170 cv. Contudo, sem a carga tributária de 54%, o veículo sairia por R$ 49.121 na configuração de entrada e por R$ 83.97 na topo de linha.

  • Valor aproximado da picape com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 52.559
  • Valor aproximado com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 56.980

9ª posição – Jeep Renegade

Por aqui, o SUV de entrada da Jeep não sai por menos de R$ 85.429 na versão STD com motor 1.8 flex de até 139 cv e câmbio automático. Excluindo os possíveis 54% de impostos, o veículo seria oferecido por cerca de R$ 39.297.

Mas, caso o cliente prefira pelo motor a diesel, a versão Moab de entrada não sai por menos de R$ 149.134. Preço esse que cairia para R$ 68.601, valor de um Onix automático.

  • Valor aproximado do Renegade flex com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 42.047
  • Valor aproximado do Renegade flex com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 45.584

8ª posição – Volkswagen T-Cross

Volkswagen-T-Cross-tras2 eua

Embora ele seja o utilitário esportivo mais vendido da Volkswagen, o T-Cross passou por consecutivos aumentos de preço no ano passado. Isso fez que sua versão de entrada, ainda com câmbio manual, custasse R$ 97.490. Ou seja, quem opta por câmbio automático, irá gastar mais de R$ 100 mil.

Utilizando como exemplo a variante 200 TSI, de 116 cv e câmbio automático de 6 velocidades, que hoje custa R$ 105.490, ela custaria R$ 48.525 sem os 54% em impostos. Ou seja, o preço de um Renault Kwid.

  • Valor aproximado do SUV com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 51.922
  • Valor aproximado do SUV com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 56.289

7ª posição – Fiat Argo

O hatch mais vendido da Fiat em 2020 registrou um aumento de preço de até R$ 2.700 quando trocou de linha e trouxe sutis mudanças. Desde então, a versão 1.0 Flex que dispõe do 1.0 três-cilindros de até 77 cv subiu de R$ 53.990 para R$ 56.420. Se calculássemos o preço do hatch sem os impostos, seu valor de entrada ficaria em R$ 25.953, aproximadamente.

  • Valor aproximado do Argo com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 27.769
  • Valor aproximado do Argo com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 30.105

6ª posição – Ford Ka

Ford-Ka-frente3 eua

O recém-aposentado hatch da Ford ainda é oferecido por R$ 51.990 na configuração mais barata S 1.0, cuja utiliza o motor 1.0 três-cilindros de até 85 cv e câmbio manual. Descontando todos os impostos aplicados no Brasil, o cliente pagaria cerca de R$ 23.915 pelo Ka.

  • Valor aproximado do Ka com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 25.589
  • Valor aproximado do Ka com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 27.741

5ª posição – Volkswagen Gol

Com boa saída para locadoras pelo custo-benefício, o longevo carro da Volkswagen é vendido em duas configurações. Assim, seu preço não sai por menos de R$ 54.150, na variante 1.0 que oferece o motor 1.0 três-cilindros de até 75 cv com câmbio manual. Desse modo, sem impostos inclusos, o valor diminui para aproximadamente R$ 24.909.

  • Valor aproximado do Gol com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 26.652
  • Valor aproximado do Gol com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 28.894

4ª posição – Fiat Strada

fiat strada eua

Logo quando a nova geração da Strada surgiu, a Fiat anunciou que pretendia tornar o veículo como o mais vendido no Brasil. Provavelmente, sem a pesada carga de impostos, a picape conseguiria emplacar bem mais do que atualmente.

Hoje, o utilitário não sai por menos de R$ 68.667, preço trabalhado na versão Endurance de duas portas com motor 1.4 de 88 cv e câmbio manual. Contudo, seu valor onerado de tributos fica em aproximadamente R$ 31.586.

  • Valor aproximado da picape com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 33.798
  • Valor aproximado da picape com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 36.639

3ª posição – Chevrolet Onix Plus

Mal começou o ano e o sedã mais vendido no país encareceu. Isto é, a versão de entrada LT, com motor 1.0 aspirado e câmbio manual não sai por menos de R$ 66.190. Caso o cliente opte pelo motor 1.0 turbo e câmbio automático, pagará R$ 68.390. No entanto, se subtrairmos o percentual tributário, o veículo custará R$ 30.447 e R$ 31.459 com motor turbinado.

  • Valor aproximado do sedã com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 32.579
  • Valor aproximado do sedã com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 35.318

2ª posição – Hyundai HB20

O hatch oferece três opções de motores para seus clientes. O primeiro traz o motor 1.0 flex aspirado de três cilindros e até 80 cv, com câmbio manual, enquanto o segundo leva o 1.6 flex aspirado, de até 130 cv e o terceiro utiliza o novo motor 1.0 turbo de até 120 cv.

A versão de entrada e a com maior volume de vendas, contudo, usa o motor aspirado de menor potência. Além disso, não sai por menos de R$ 52.290. Nesse caso, sem impostos, o HB20 Sense custaria cerca de R$ 24.053.

  • Valor aproximado do HB20 com a carga tributária dos EUA: a partir de R$ 25.737
  • Valor aproximado do HB20 com a carga tributária da Alemanha: a partir de R$ 27.901

1ª posição – Chevrolet Onix

O líder de vendas há mais de cinco anos soma mais de 135 mil unidades emplacadas. Todavia, o número de vendas poderia disparar caso o preço do hatch fosse metade do oferecido hoje. Isso porque, a versão de entrada com motor 1.0 aspirado de 78 cv e câmbio manual de seis marchas que custa R$ 60.790, poderia sair por R$ 27.963.

Assim, na mesma simulação, a versão de entrada com motor 1.0 turbo e câmbio automático que hoje é oferecida por R$ 65.390, teria o preço abatido para R$ 30.079

Por Emily Nery

Fonte: JornaldoCarro

Notícias mais lidas

Blue Fleet, startup de tecnologia para locadoras de veículos quer revolucionar o mercado

Por Giselle Garcia O setor de locação de veículos teve faturamento recorde em 2019, R$ 21,8 bilhões, crescimento...

Locadoras aguardam entrega de 150 mil carros

Montadoras estão demorando de 90 a 180 dias para atender os pedidos. Há fila de motoristas de aplicativos e pode faltar veículo...

Maestro desfaz compra da Vox Frotas devido às condições de mercado

A Maestro Frotas informa que decidiu distratar o contrato de compra da Vox Frotas, levando em conta condições de mercado alheias à...