Início Mercado Lucro da Unidas sobe 105,3% no 4º tri e atinge recorde de...

Lucro da Unidas sobe 105,3% no 4º tri e atinge recorde de R$ 197,1 milhões

Entre janeiro e dezembro, o lucro da companhia somou R$ 385,6 milhões, alta de 14% ante 2019

A Unidas registrou lucro líquido de R$ 197,1 milhões no quarto trimestre do ano passado, o que representa alta de 105,3% em relação ao mesmo período do ano passado. A companhia afirma que o resultado é um recorde. Entre janeiro e dezembro, o lucro da companhia somou R$ 385,6 milhões, alta de 14% ante 2019.

A receita líquida cresceu 31,2% no comparativo trimestral, para R$ 1,6 bilhão. O resultado foi impulsionado pela alta de 47,9% na receita bruta do segmento de seminovos, para R$ 964,5 milhões. O segmento de locação avançou 10,8% no comparativo trimestral, chegando à receita de R$ 714,4 milhões. O montante de impostos recuou 3,6% em relação ao quarto trimestre de 2019, para R$ 63,8 milhões.

No acumulado do ano, a receita líquida da companhia somou R$ 5,49 bilhões, alta de 17,5%. A receita de seminovos avançou 26,4% no comparativo anual, para R$ 3,18 bilhões, enquanto o segmento de locação teve receita anual de R$ 2,53 bilhões, alta de 6,4%.

Outro recorde

A taxa de ocupação atingiu o recorde de 84,9% no quarto trimestre. De acordo com a Unidas, esse é o maior nível de ocupação trimestral da história, em razão da alta demanda. O aluguel de carros atingiu 16,6 milhões de diárias, alta de 16,7%. Já o volume de veículos vendidos chegou ao recorde de 76,7 mil unidades em 2020, com preço médio de venda de R$ 41,5 mil.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) entre outubro e dezembro foi de R$ 465,8 milhões, avanço de 40,5% no comparativo trimestral. Em todo o ano o indicador somou R$ 1,35 bilhão, 7,2% de crescimento em relação a 2019.

Já a margem Ebitda no trimestre ficou em 71,1%, ante 57% no mesmo período de 2019. No acumulado do ano o indicador avançou 0,1 ponto percentual, para 58,7%.

O nível de alavancagem, medido pela razão da dívida líquida sobre Ebitda recorrente anualizado, foi de 1,9 vezes no final do ano passado. A companhia atingiu caixa de R$ 3,7 bilhões, o que representa 116,7% dos compromissos da companhia nos próximos três anos.

Por Ana Luiza de Carvalho

Fonte: Valor

Notícias mais lidas

Blue Fleet, startup de tecnologia para locadoras de veículos quer revolucionar o mercado

Por Giselle Garcia O setor de locação de veículos teve faturamento recorde em 2019, R$ 21,8 bilhões, crescimento...

Locadoras aguardam entrega de 150 mil carros

Montadoras estão demorando de 90 a 180 dias para atender os pedidos. Há fila de motoristas de aplicativos e pode faltar veículo...

Maestro desfaz compra da Vox Frotas devido às condições de mercado

A Maestro Frotas informa que decidiu distratar o contrato de compra da Vox Frotas, levando em conta condições de mercado alheias à...