Início Mercado Fiat Chrysler cria empresa para brigar no mercado de carros de aluguel...

Fiat Chrysler cria empresa para brigar no mercado de carros de aluguel por assinatura

Flua! vai oferecer carros zero quilômetro por prazos que variam de 12 a 36 meses

SÃO PAULO — O grupo A Fiat Chrysler (FCA) anunciou nesta sexta-feira a criação de uma nova empresa no Brasil que vai atuar no modelo de negócios de carro por assinatura. A Flua! vai atender pessoas físicas e jurídicas, com prazos de locação de 12, 24 e 36 meses, sempre oferecendo carro zerro.

O grupo já tem uma empresa de mobilidade com aluguel de carros na Itália, mas o modelo de negócios no Brasil é único. Trata-se de uma tendência que vem crescendo no Brasil e no mundo, diante da tendência das pessoas de priorizarem o senso de mobilidade do que o senso de propriedade.

—É uma nova empresa de mobilidade que vai dar a opção ao cliente de locação de carros por assinatura, com liberdade de escolher o modelo, cor e os opcionais que desejar. Os carros locados sempre serão zero quilômetro e, a partir do pedido feito digitalmente, o cliente poderá acompanhar o tempo para a produção do veículo – diz Fabio Siracusa, responsável pela nova empresa.

Os valores da assinatura serão definidos em janeiro, quando a nova empresa começa a operar ainda como projeto-piloto. A ideia é expandir para outras cidades à medida que a demanda for crescente.

A assinatura poderá ser feita pelo aplicativo da Flua ou diretamente nas 32 concessionárias das marcas Fiat e Jeep, em São Paulo e no Paraná, que serão parceiras do projeto.

Haverá franquias de 1 mil, 2 mil e 3 mil quilômetros para rodar por mês. No pacote de assinatura, estão incluídos seguro, manutenção preventiva, assistência 24 horas.

Pelo aplicativo Flua! será possível acompanhar também as multas que o condutor levou no período. A montadora vai produzir veículos especialmente para os clientes Flua!, de acordo com a demanda.

Serão oferecidos oito modelos da Fiat e dois modelos Jeep, entre eles Argo Toro, nova Strada, Ducato, Fiorino, Cronos, Grand Siena e Dobló.

Da Jeep estarão disponíveis os modelos Renegade e Compass, em diferentes versões. Se o cliente desistir do contrato antes do vencimento da assinatura, pagará multa de 50% do valor.

Por enquanto, a Flua! não fará gestão terceirizada de frotas, como a concorrência faz. Mas terá oferta de assinaturas para pequenas e médias empresas. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou boleto.

A assinatura sempre será de veículos zero quilômetro. Quando um contrato terminar, o carro pode ser comprado pelo próprio locador ou será enviado para revenda.

Perfis de locadores

Entre os perfis de clientes identificados pela FCA pessoas físicas muito ligadas a tecnologias e desapegadas de possuir um carro, gente que não quer se preocupar com documentação, seguro e manutenção de um veículo próprio, pessoas preocupadas com previsibilidade de custos, ou seja gente que sabe quanto custa ter um carro próprio, por exemplo.

Também estão nesse grupo, pessoas que usavam transporte público ou veículos de aplicativos, mas agora procuram alugar um carro com medo da pandemia de Covid-19.

O grupo FCA já tem como concorrentes no mercado de carros por assinatura a Volkswagen e a locadora Unidas. A Volkswagen lançou em novembro o carro por assinatura com os modelos T-Cross, a partir de R$ 1.899/mês no plano de 12 meses, e Tiguan Comfortline a partir de R$ 3.659/mês no plano de 24 meses. A Montadora alemã também criou há dois anos a Fleet, empresa que faz gestão e terceirização de frotas.

Já a Unidas oferece assinatura de modelos diversos, também com carros zero quilômetros, por 12, 18, 24, 36 ou 48 meses, incluindo burocracias com IPVA, licenciamento, seguro e manutenções. Os preços que variam de R$ 832,20 por mês para prazos de 48 meses para o modelo Fiat Argo 1.0, até R$ 3.499,00 para o modelo Golf GTE 1.4 da Volks, pelo mesmo prazo.

Na Carro Fácil, empresa da Porto Seguro, a assinatura mensal começa em R$ 1.419,00 com o modelo HB20. os prazos variam de 12 a 48 meses, também com modelos novos. A Movida tem planos mensais de carro por assinatura, com prazo mínimo de 30 dias.

— A mudança de comportamento do consumidor dando prioridade à mobilidade e não à posse está fomentando o negócio de aluguel de carros – diz Antônio Jorge Martins, coordenador de cursos automotivos da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Martins observa que a produção mundial já atingiu 100 milhões de unidades, mas agora deve recuar para cerca de 80 milhões este ano. A redução da demanda vem exatamente da pessoa física, enquanto a venda para locadoras ganha importância. Hoje, estima Martins, cerca de 45% da produção das montadoras já é destinada às locadoras, que nesse novo cenário cada vez concorrerão nesse mercado de locação.

Por João Sorima Neto

Fonte: O Globo

Notícias mais lidas

Locadoras aguardam entrega de 150 mil carros

Montadoras estão demorando de 90 a 180 dias para atender os pedidos. Há fila de motoristas de aplicativos e pode faltar veículo...

Blue Fleet, startup de tecnologia para locadoras de veículos quer revolucionar o mercado

Por Giselle Garcia O setor de locação de veículos teve faturamento recorde em 2019, R$ 21,8 bilhões, crescimento...

Maestro desfaz compra da Vox Frotas devido às condições de mercado

A Maestro Frotas informa que decidiu distratar o contrato de compra da Vox Frotas, levando em conta condições de mercado alheias à...